Prouni

A cada inicio de semestre as vagas para as bolsas do Prouni são bastante concorridas. Quem não quer fazer uma graduação em uma faculdade particular totalmente isento das mensalidades ou pelo menos arcar com a metade das parcelas durante todo o curso? O Programa Universidade para Todos, criado pelo MEC, traz essa oportunidade aos estudantes que não possui condições financeiras, mas deseja progredir com um ensino superior. Se você está interessado em tentar o Prouni leia este artigo até final e saiba como se inscrever.

Marca Prouni
O Prouni oportuniza aos estudantes bolsas de estudo
integrais e parciais de 50% de desconto em faculdades particulares.

As bolsas de estudo são integrais e parciais de 50% de desconto para cursos de graduação, em faculdades da rede particular de ensino que aderem ao programa do governo. Os candidatos contemplados pelo Prouni MEC terão o beneficio garantido durante todo o curso superior, porém é preciso cumprir todos os critérios estabelecidos pelo programa até o fim dos estudos.

Pessoas de qualquer idade podem concorrer a seleção do Prouni, no entanto é preciso ter o ensino médio completo e atender os requisitos exigidos para a inscrição. Dentre eles, o candidato deve ter feito a prova do Enem, ter estudado em escola pública ou ter sido bolsista em escola particular, entre outros critérios que serão mais detalhados a frente. Agora, se você já concluiu uma faculdade e possui um diploma de graduação, infelizmente não poderá entrar no Prouni. Isso porque esse programa é destinado aos estudantes que ainda não têm um diploma de nível superior.

Outro ponto que gera dúvidas entre os estudantes que querem se candidatar é se depois de concluir a graduação ficarão com dividas depois que se formarem. A resposta é não, pois não se trata de um financiamento como o Fies e, sim, são bolsas de estudo, por isso os estudantes não ficam com débitos após a formação e não precisam devolver o valor da bolsa. Vale ressaltar os bolsistas parciais precisam estar em dia com os boletos referentes a outra metade das mensalidades.

Se você estiver com restrição de crédito também pode se inscrever no Prouni, pois não há limitação quanto a participantes que estejam nessa condição. Basta saber das principais informações de ingresso no programa de bolsas de estudo do governo.

Como funciona o Prouni?

As inscrições para se candidatar as bolsas de estudo do Prouni acontecem duas vezes ao ano, sempre a cada inicio de semestre letivo. É necessário ter feito a última edição do Enem e alcançado a nota mínima de 450 pontos, além de não ter zerado a redação. Também deverá ter uma renda familiar de até 3 salários mínimos.

A seleção é parecida com a do Sisu (programa para ingressar em faculdades públicas), então você pode realizar a inscrição em uma única etapa online e gratuita, definir duas opções de curso superior, instituição e turno na ordem da sua preferência. Depois é só ficar acompanhando, durante o período de inscrições, a evolução da nota de corte referente aos cursos escolhidos.  Além disso, é possível alterar os cursos quantas vezes desejar até final do prazo de inscrição, buscando por aqueles em que sua nota seja superior à nota de corte.

Depois de divulgado o Prouni resultados, os candidatos selecionados são contemplados com bolsas de estudo de 50% ou 100% em universidades privadas, conforme atendido todas as regras e de acordo com o critério socioeconômico, como veremos no tópico a seguir.

Quem pode participar do Prouni?

Prouni: três estudantes sentados em frente a uma instituição
Para se inscrever no Prouni, os estudantes precisam estar adequados aos critérios.

De acordo com o site do programa, para participar do Prouni 2019 somente candidatos que se enquadram as regras estabelecidas de público-alvo e socioeconômico. Confira estas condições para poder concorrer a uma bolsa Prouni:

• Ser aluno de escola pública ou bolsista de escola particular

Um dos critérios é ter estudado o ensino médio em escola da rede pública de ensino ou ter na rede privada apenas na condição de bolsista integral.

• Ter feito Enem

É obrigatório ter participado da última edição da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Vale lembrar: conseguir a pontuação mínima de 450 pontos e não ter tirado zero na redação.

• Ser professor de escola pública

Professores da rede pública de ensino podem concorrer a uma bolsa para cursos de licenciatura, normal superior e pedagogia. Não é necessária a comprovação de renda e deve estar no exercício do magistério, integrando o quadro permanente da instituição. Mas, também precisa ter realizado a última edição da prova do Enem e atender ao critério de pontuação mínima exigida.

• Pessoas com deficiência

Ao realizar a matrícula na faculdade, o candidato deve levar os documentos de comprovação, junto com os demais comprovantes pessoais e do perfil socioeconômico.

• Critério socioeconômico  

A renda familiar bruta per capita também entra na analise dos critérios para poder participar do Prouni: até um salário mínimo e meio para bolsa integral (100%), e de até três salários mínimos para bolsa parcial (50%).

Como se inscrever no Prouni?

Agora que você já sabe como funciona e quais são os critérios para se inscrever no Prouni, chegou a hora de saber como faz para se candidatar. Para isso, fique atento ao cronograma do Prouni que é sempre divulgado no site oficial do Prouni. Nele estão as datas do período de inscrições, os resultados da 1ª e 2ª chamada e o prazo para participar da lista de espera mais a divulgação dos contemplados.

Para realizar a inscrição Prouni 2019 é preciso acessar o site do programa e efetuar o cadastro. Serão solicitados dados como CPF e o número de inscrição do último Enem, além de informações sobre o seu grupo familiar. O candidato com deficiência ou que se autodeclarar indígena, preto ou pardo pode optar por concorrer a bolsas destinadas a políticas de ações afirmativas.

Outras opções de bolsas de estudo

Percebeu que o seu perfil não se encaixa nas regras estabelecidas pelo Prouni? Saiba que existem outras opções como sites de bolsas de estudo que oferecem ajuda para arcar com as mensalidades de um curso superior em diversas instituições brasileiras. É só conferir qual tem o beneficio que você mais precisa e começar a estudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *